Meu Cantinho no Japão

31.10.10

FELIZ HALLOWEEN

Gifs Gratis para Orkut gifs de halloween!!


Gisis

Uma Família de Beija-Flores


       
"Henrique era um menino de 05 anos. Sempre que podia , ia até a oficina onde seu pai trabalhava .

Um dia, lá chegando, Henrique subiu em uma escada perto do telhado e qual foi sua surpresa ao ver um ninho de passarinho no caibro do telhado!

Quando Henrique ia colocar a mão, Sr. Antônio, o pedreiro que estava reformando a oficina, gritou:

_ Não, Henrique! Não coloque a sua mão aí...

_ Por que, Seu Antônio? - perguntou Henrique

_ Filho, este é um ninho de Beija-flor; há dias a mamãe beija-flor esta fazendo este ninho e ela não deve demorar a colocar os ovos; mas se você colocar a mão, ela abandonará o ninho - explicou Sr. Antônio

_Ué, e aonde foi a mamãe beija-flor?

_ Ela foi se alimentar. Você sabe como eles se alimentam

_ Não, como é?

_ O beija-flor se alimenta do néctar. .Néctar é um líquido açucarado que certas plantas soltam, e quando a mamãe Beija-flor voltar, ela irá trazer mais galhos e raminhos para colocar no ninho e torná-lo mais macio ainda, mas se você tocar no ninho ela irá abandoná-lo..ok?

_ Ta legal. Seu Antônio, e quando irão nascer os filhotinhos Beija-flores?

_ Ah! Filho , primeiro a mamãe beija-flor ira colocar os ovos, depois eles serão chocados e aí o filhotes irão nascer.

_ Oba!! vou vir sempre pra ver como está ficando o ninho e ver também os filhotes nascerem!! Quero ver como é que é isso, sabe?

_ Sei sim, filho, sei sim.... respondeu Sr. Antônio alegremente.

Assim, Henrique obedecendo ao Sr. Antônio não colocou suas mãos no ninho e passou sempre a perguntar a seu pai como estava a mamãe Beija-flor, se já havia sido colocado os ovos ... Seu pai sempre lhe dizia que ainda estava tudo na mesma...

Até que um dia, seu pai chegou em casa com novidades...




Henrique, tão logo ouviu seu pai falar sobre novidades, foi logo perguntando:

_ Conta, Pai, conta!!! OS filhotes Beija-flores nasceram? estão bem? são muitos? como eles são?

_ Calma, filho, uma pergunta por vez - respondeu seu pai . Bem, os filhotes beija-flores nasceram, eles vieram em dupla, temos dois filhotes no ninho e eles estão bem. Quer ir comigo amanha à oficina para ver?

_ Ooooobbbbbbaaaaa! Claro que quero, Pai - disse saltitante Henrique.

No dia seguinte, após a escola, lá foram Henrique e seu pai para a oficina ver os filhotes beija-flores, ficou empolgado e pensativo ao mesmo tempo....e , após um tempo curto, perguntou:

_ Papai, Sr. Antônio, quando os filhotes ficarem grandes eles irão embora?

Sr. Antônio respondeu:

_ Filho, nessa época do ano há poucas flores por aqui e os filhotes quando crescerem irão em busca de um local onde poderão se alimentar. Você se lembra que expliquei a você qual era o alimento deles?

_ Lembro sim, Seu Antônio. Mas queria tanto, tanto que eles viessem pelo menos de vez em quando aqui...

_ Poderemos, então, fazer o seguinte: compraremos um alimentador de beija-flor e eles poderão vir sempre por aqui, o que vocês acham?

_ Ooobbaa! Boa idéia , Seu Antônio - respondeu Henrique - Mas...como é um alimentador de beija-flor?

_ É um potinho onde colocamos água com um pouquinho de açúcar para eles poderem tomar; mas aí você irá ficar responsável por sempre verificar como está este potinho, certo?

_ Ta certo, sim. fico sim tomando conta. Assim poderei sempre ver os beija-flores...

E assim fizeram eles e aquela família de beija-flores ficou morando na oficina e Henrique aprendeu a como cuidar dos pequeninos pássaros."





DESCONHEÇO O AUTOR


Gisis

Cachorro-quente de forno

Cachorro-quente de forno
Cachorro-quente de forno: sua família vai adorar
Foto: Mauro Holanda


Ingredientes


Recheio

 
· 500 g de salsichas picadas
· 1 cebola picada
· 1 tomate picado
· 1 pimentão vermelho sem pele e sem sementes picado
· Sal e pimenta-do-reino a gosto

 
Massa


· 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
· 3 xícaras (chá) de leite
· 3 ovos
· 2 colheres (sopa) rasas de fermento em pó
· 150 g de queijo ralado
· Queijo ralado para polvilhar

Modo de preparo

Recheio


Misture todos os ingredientes e tempere com o sal e a pimenta-do-reino. Reserve.

Massa

 
- Bata todos os ingredientes no liquidificador. 
 
- Unte uma fôrma pequena e polvilhe com farinha. 
 
- Despeje metade da massa e ponha por cima o recheio reservado. 
 
- Cubra com o restante da massa e polvilhe com o queijo ralado. 
 
- Asse em forno médio preaquecido até ficar dourado. 



bjs,soninha


ARARA




Distribuição

Esta ave tem a sua origem na América Central e na América do Sul.

Hábitos

Trepadora por natureza, a Arara gosta de ter poleiros resistentes ou paredes rochosas, onde possa usar toda a força que tem nas patas.




Comportamento

Brincalhona e afável, é uma óptima companhia para toda a família, ao contrário de outras, que elegem um dono apenas.

Para quem pensa adquirir um animal destes, é bom saber que estas aves se tornam muito grandes em adultas, com cerca de 85cm de altura, e podem viver cerca de 40 anos.

Antes de adoptar

Mais importante que tudo isso é o facto de poder estar a entrar em extinção, devido ao grande número de exemplares capturados e à crescente desmatação a que se vem assistindo nesta área do globo.

Portanto, se pretende adquirir um animal desta espécie, saiba de onde vem, se de um criador certificado, e aí recomendamos a sua aquisição, ou se foi capturada na natureza, e aí, não só deve negar a sua aquisição, como informar as autoridades competentes, este é um dever que todos temos, para não alimentar um negócio sem regras e proibido pelas leis internacionais.

Este é um animal que necessita de acompanhamento rigoroso. Quando se sentem sozinhas arrancam as penas do corpo, ficando com vastas áreas completamente descobertas.

Alimentação em cativeiro

A sua alimentação em cativeiro deve ser feita à base de amendoim, girassol e milho verde. Como suplemento alimentar, gostam de comer fruta, particularmente banana, mamão e coco, e algumas destas aves apreciam alguns gomos de laranja, se bem que esta possa ter algum efeito negativo no aparelho digestivo.

Desaconselha-se vivamente manter estas aves fechadas em gaiolas.

Tamanho

Tamanho médio em adulto: 75cm.





Gisis

31 de outubro: DIA DO SACI PERERÊ



Em 2005 foi instituído o Dia do Saci no Brasil, comemorado no dia 31 de outubro, a fim de restaurar as figuras do folclore brasileiro, em contraposição ao Halloween.

O Saci, ou Saci-pererê, é uma personagem bastante conhecida do folclore brasileiro, que teve sua origem presumida entre os indígenas da região das Missões, no Sul do país, por onde se espalhou em sua quase totalidade.

A figura do Saci surge como um ser maléfico, como somente brincalhão ou gracioso, conforme as versões comuns ao sul .

Na Região Norte do Brasil, a mitologia africana o transformou em um negrinho que perdeu uma perna lutando capoeira, imagem que prevalece nos dias de hoje. Herdou também, da cultura africana, o pito, uma espécie de cachimbo, e da mitologia européia, herdou o píleo, um gorrinho vermelho usado pelo lendário trasgo.


Gisis

27.10.10

OS TRÊS LÁPIS AMIGUINHOS


Era uma vez ...

...três amiguinhos que gostavam de escrever e desenhar.

Eles se chamavam: chapeuzinho verde, roupinha azul, e terno preto. Estavam sempre brincando de  batalha naval, palavra cruzada,liga pontinhos e forca. Na escola eles passavam de mão em mão e todos gostavam deles.

Luizinho adorava ficar com o terno preto.Ele dizia que era o mais bonito e elegante e com ele podia escrever lindas poesias para a sua amiguinha a Rosita.

Mariana estava sempre pedindo o roupinha azul para ela escrever bilhetinhos para a sua mãezinha, pedindo docinhos e bonecas.

Já a Milla gostava mais do chapeuzinho verde e dizia que ele era macio e delicado e com ele ,ela iria fazer as cartinhas para Papai Noel e deixar guardadinhas até chegar o Natal.

Um dia os três amiguinhos estavam sozinhos na escola, deitadinhos dentro da caixa e estavam sem sono; então resolveram fazer uma aposta.

- Vamos ver quem faz o desenho mais bonito? - falou chapeuzinho verde.

- Vaaaammooosssss!!! responderam,com alegria, os outros amiguinhos.

Os amiguinhos levantaram-se, ficaram de pé sobre a folha do papel e começaram a riscar, mas eles notaram que não conseguiam fazer um desenho bonito, só rabiscos tortos. Entenderam que para desenharem algo bonito eles precisavam da ajuda das mãos de alguém. Então, eles voltaram para a caixinha, deitaram-se e foram dormir.

Pela manhã, quando as crianças e professores chegaram eles puderam então fazer lindos desenhos e graciosos bilhetinhos.

Nós somos como os lápis, só fazemos alguma coisa bonita se estivermos sob a inspiração de Deus.


bjs,soninha

Pinscher Miniatura



O Pinscher é considerada a menor raça de cães de guarda pela Federação Cinológica Internacional.No Brasil, o Pinscher é uma das raças mais populares.Além do tamanho, que possibilita que conviva em praticamente qualquer ambiente, seu pelo curto também pode ser considerado um ponto altamente positivo para quem quer um cão pequeno mas não tem tempo para cuidar de uma pelagem como a dos Yorkshires.




Personalidade:

O Pinscher tem como principal característica sua valentia e uma personalidade marcante. É comum que os donos de Pinscher afirmem que o cão só é pequeno e frágil na aparência... É um cão inteligente e, segundo a classificação de Stanley Coren, en seu livro "A Inteligência dos Cães" ocupa a 36ª posição em obediência para o trabalho.




É um cão muito ativo, com enorme energia e vitalidade e um apego ao dono igualmente forte. Curioso e brincalhão, o Pinscher apesar de seu tamanho diminuto não é um cão 100% recomendável para crianças, uma vez que no calor da brincadeira, estas podem acabar machucando o cachorro que, por sua vez, sentindo-se ameaçado pode "revidar".No entanto se o cão for criado junto com crianças que "saibam brincar" será um parceiro excelente em função de sua energia e vitalidade. 




Atento, é excelente cão de vigia, capaz de latir ao menor sinal de que há algo incomum acontecendo. O que não quer dizer que ele deva latir "por qualquer coisa".Segundo os criadores, os maiores problemas do Pinscher são os donos, que desde muito cedo e mesmo sem perceberem acabam incentivando comportamentos extremados por acharem graça naqueles pequenos rosnando e latindo como se fossem gigantes. E, uma vez a associação feita, corrigir o problema quando os cães se tornam adultos é muito mais difícil. 




Problemas comuns à raça

Os problemas mais comuns ao Pinscher são os que atingem raças pequenas.

- Dentição dupla - quando os dentes de leite não caem

- Luxação da patela, que causa o deslocamento do joelho e é hereditária

- Necrose da cabeça do fêmur, também hereditária

Além disso os donos de Pinscher devem tomar especial cuidado com a alimentação de seus cães evitando gordura ou temperos que podem provocar infecção intestinal grave, com sangue nas fezes.





Gisis

IMAGINEM





Imaginem todos vocês
Se o mundo inteiro vivesse em paz
A natureza, talvez, não fosse destruída jamais
Russo, cowboy e chinês
Num só país sem fronteiras
Armas de fogo, seria tão bom
Se fossem feitas de isopor
E aqueles mísseis de mil megatons
Fossem bombons de licor


Flores colorindo a terra
Toda verdejante, sm guerra
Nenhum seria tão rico
Nem outro tão pobrinho
Todos num caminho só
Os rios e mares limpinhos
Com peixes, baleias, golfinhos
Faríamos as usinas e as bombas nucleares
Virarem pão-de-ló


Imaginem todos vocês
Um mundo bom, que um Beatle sonhou
Peçam a quem fala inglês
Versão da canção que John Lennon cantou
Russo, cowboy e chinês
Num só país sem fronteiras
Armas de fogo, seria tão bom
Se fossem feitas de isopor
E aqueles mísseis de mil megatons
Fossem bombons de licor


Composição de:

Toquinho e
Vinícius de Moraes

Inspirada na música “Imagine” 
do beatle John Lennon

Gisis

A OVELHA NEGRA


Era uma vez uma ovelhinha diferente das suas irmãs de rebanho: era negra. Por isso, era desprezada e sofria todo tipo de maus tratos. As outras lhe davam mordidas, patadas; procuravam colocá-la em último lugar no rebanho. Quando estavam num prado pastando, o rebanho inteiro tentava não deixar que a ovelhinha negra provasse uma ervazinha sequer. Dessa forma, sua existência era horrível.

Farta de tanto desprezo, a ovelhinha negra afastou-se do rebanho. Durante muito tempo vagou sem rumo pelo bosque. Quando anoiteceu, exausta, a ovelhinha deitou-se, sem perceber, em um monte de farinha, onde dormiu.

Ao raiar o dia, acordou e viu, cheia de surpresa, que se havia transformado em uma ovelha muito branca, imaculada. Voltou então ao seu rebanho, onde foi muito bem recebida e proclamada rainha, pela sua bela aparência.

Naquela ocasião, estava sendo anunciada a visita do príncipe dos cordeiros, que vinha em busca de uma esposa.

O príncipe foi recebido no rebanho com grandes honras. Enquanto ele observava as ovelhas que formavam o rebanho, desabou uma violenta tempestade. A chuva dissolveu a farinha que cobria o pêlo negro de nossa ovelhinha, e ela recuperou sua cor natural.

Quando a viu, o príncipe resolveu que seria a escolhida. As outras ovelhas perguntaram por quê.

- É diferente das outras. E isso, para mim, é suficiente.

Assim, a ovelhinha negra tornou-se princesa e teve, finalmente, o destino justo que merecia. 

 
autor:Augusto Monterroso. 

GISIS

26.10.10

Primeiro dia de aula do Juquinha







Ao voltar para casa, a mãe lhe pergunta:


- Então, Juquinha aprendeu muito?


¿ Acho que não, mãe. Amanhã eu vou ter que ir novamente.




Gostou?! rs


Gisis

Casinhas sustentáveis para pets

  Casinha sustentável pode ser customizada
Crédito: Divulgação/ Loyal Luxe


 Os chalés utilizados durante a temporada de caça no Canadá acabam de ganhar uma versão em miniatura. Nas mãos de duas designers eles serviram como inspiração para a criação de adoráveis choupanas para gatos. Lançada em 2008, a marca Loyal Luxe tem se especializado em casinhas feitas com papelão. O produto vem acompanhado por quatro fofíssimos enfeites para serem colocados na porta (um peixe, rato, ave e a placa com o nome do bichano).


A choupana vem ainda com três bolinhas que podem ser penduradas no teto, a fim de entreter o animal. Outro acessório incluso é o tapete texturizado, para que o gatinho possa se esfregar e coçar o corpinho. A Loyal Luxe garante ainda que seu produto é resistente, apesar de ser de papelão, e que uma de suas principais vantagens é ele ser 100% reciclável.
Casinha de papelão é 100% reciclável
Crédito: Divulgação/ Loyal Luxe
 
 
A casinha vem desmontada e custa 24 dólares. No site da fabricante é possível assistir a um vídeo que explica o passa a passo para montar a choupana e ainda sugere maneiras divertidas para customizá-la. Por enquanto o produto é distribuído apenas no Canadá e Estados Unidos, sem previsão de chegar ao Brasil.
 

Gisis

Bombom de leite condensado

Bombom de leite condensado
Bombom de leite condensado: faça com as crianças
Foto: Ormuzd Alves


Ingredientes

 

· 300 g de chocolate meio amargo picado
· 2 latas de leite condensado
· 2 gemas
· 1 colher (sopa) de margarina
· 3 colheres (sopa) de castanha-do-pará picada


Modo de preparo

 

- Derreta o chocolate em banho-maria. 
 
- Em uma panela, coloque o leite condensado, as gemas e a margarina. 
 
- Leve ao fogo, mexendo sempre até soltar do fundo da panela. 
 
- Deixe esfriar e junte a castanha-do-pará, faça bolinhas e banhe no chocolate. 
 
- Deixe secar e sirva.


A gurizada vai adorar!

Gisis
 

15.10.10

PARABÉNS AOS EDUCADORES DESSE PAÍS...


COLÉGIO IMACULADO (Uma homenagem a toda EQUIPE do COLÉGIO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA)

(Colégio onde o Dudu estuda,que faz um trabalho excelente)




Um reino encantado...

Onde as professoras

São fadas madrinhas

E os seus alunos

São as estrelinhas...



Tem fadas e outros personagens

Nas histórias que eles ouvem

Os heróis que fazem parte

Desse Mundo Imaginário...



As canções sempre tão lindas

Muitos conhecimentos trazem

Vão cantando, vão cantando

Vai se dando a aprendizagem...



O A pode ser um ANEL

Pode ser também uma ABELHA

O E pode ser uma ESCOVA

E também um ELEFANTE

Neste Reino Encantado

A aprendizagem é constante...



E logo a aula termina

E a criançada contente

Vão encontrar os seus pais

Sorrindo alegremente...



As fadas vão pros castelos

As estrelinhas vão dormir...

Sonhando com as fadinhas

Que no outro dia vão contar

Outras lindas historinhas..



Essa história ainda tem

Muita coisa pra contar

Tem as tias auxiliares

Tem os tios do portão

Que olham pros nossos pequenos

Com os olhos do coração...



Uma equipe de primeira

Comanda esse REINO ENCANTADO

Nas histórias trabalhadas

Fadas, ursinhos e CACHINHOS DOURADOS

Circulam pelo IMACULADO

E no CORAÇÃO de MARIA

Todos estão guardados!              
                                               
                                              Giselda Pereira

7.10.10

Uma noite linda...



Scraps de Boa Noite e outros em Scraps Gospel ®



Para todos vocês!

Gisis

O ECO


 O ECO


Todos os dias o pequeno Henrique levava suas cabrinhas às montanhas para pastar.

Certa vez, uma delas, a Cigana, escapou e saiu correndo para um grande vale, onde o som ecoava.

Henrique chamava, - Cigana! E, ouvia, logo em seguida o som de sua voz repetir-se ao longe:

- ...Cigana!

Sem compreender o que se passava, Henrique respondia:

- Quem está aí? E novamente ouvia o som de sua voz repetir-se:

- ... Quem está aí?

Irritado, Henrique gritava: Não me imite seu bobo! E ao longe, o som repetia-se:

- ... Bobo!

Henrique xingava e o eco respondia:

- Venha cá! Vou dar-lhe uma surra!

- ...Surra!

Apareça seu covarde!

- ... Covarde!

Mais tarde, já em casa, a mãe de Henrique perguntou-lhe por que havia demorado tanto a regressar. Henrique explicou:

- Mamãe, não quis preocupá-la, mas uma das cabras fugiu para o vale e eu fui atrás dela. Mas, lá havia um menino malcriado e covarde. Ele me xingou e não quis aparecer, porque eu disse que iria bater nele! 




A mãe de Henrique resolveu acompanhar o filho às montanhas no dia seguinte, combinando que, ao chegarem no vale 

Henrique deveria chamar o menino malcriado perguntando-lhe se desejaria ser seu amigo.

- Olhe Henrique, falou a boa senhora, diga-lhe apenas coisas boas e bonitas, está bem!?

- Está bem, mamãe!

Ao chegarem no imenso vale, Henrique gritou alto e forte:

- Menino, quer ser meu amigo? Ouvindo em seguida: 




- ... Amigo!

- Vamos brincar?

- ... Brincar!

Você é simpático!

- ... Simpático!

Então, a mãe ensinou o que era o eco, e explicou que com as pessoas também é assim.

- Quando quiser ouvir respostas agradáveis, comece você dizendo coisas agradáveis. Você verá, meu filho, que existe um ECO na alma de cada um de nós, que responde de acordo com aquilo que nos é dito!


Adaptação de história em quadrinhos de revista de bordo da VARIG


Gisis

 

VOCÊ SABIA?



- Que o comprimento das formigas varia de 1,6 mm a quase 5 cm

- Que a maioria das formigas são vermelhas, negras, marrons ou amarelas, mas existem algumas verdes ou de um azul metálico



- Que elas têm seis patas.

- Que o bucho, um órgão localizado no abdômen, é usado para armazenar comida, que mais tarde pode ser regurgitada para alimentar outros membros da colônia.



- Que as formigas têm fortes mandíbulas adaptadas para matar, esmagar, mastigar, cortar ou dilacerar, dependendo da espécie e daquilo que ela coma. 

- Que algumas espécies de formigas dispõem de glândulas que produzem ácido fórmico, um forte ácido que pode ser lançado contra inimigos, causando queimadura ou coceira.




 - Que muitas formigas dispõem de ferrões que contém veneno e algumas, como a formiga lava-pés e a colheitadeira, podem infligir picada dolorosa e ocasionalmente fatais aos seres humanos e outros animais.


É isto mesmo! E tem mais...é só visitar a fonte:


Gisis

Doenças da Primavera.


Varicela

 A varicela ou catapora é uma doença infecciosa aguda. Tem a capacidade de contaminar 90% das pessoas que entram em contato com o doente. Os primeiros sinais são semelhantes aos da gripe: febre, vômitos, coriza, enjôos e dores no corpo.

Depois surgem as famosas pintinhas vermelhas. Coçam sem parar. Em cinco ou sete dias, transformam-se em crostas, que caem depois de duas semanas. Geralmente, trata-se de uma doença benigna.

Na maioria das vezes, o contágio se dá através de gotinhas de secreções da boca e do nariz, e do contato direto com as áreas infectadas. O vírus passa por um período de incubação, que varia de 15 a 21 dias. Durante esse tempo, embora não apareça nenhum sinal de doença, há o perigo da contaminação.




Vacina neles!
 
Existe uma forma de imunizar o organismo contra o vírus causador da catapora. Acima de um ano de idade, os bebês podem ser vacinados. Gestantes e doentes febris devem deixar para depois.


fonte:http://www2.uol.com.br/topbaby/conteudo/secoes/bebe/saudebebe/585.html


Gisis 

4.10.10

MACAQUINHO DO CHINÊS




MACAQUINHO DO CHINÊS


Um  dois  três
macaquinho do chinês.
Dois três quatro
vamos todos ao teatro.
Três quatro cinco
já vais ver como é que eu brinco.
Quatro cinco seis
as Marias e os Manéis.
Cinco seis sete
a comer o seu esparguete.
Seis sete oito
no caminho p’ró Magoito.
Sete oito nove
a cavalo numa couve.
Oito nove dez
venha cá Senhor Marquês
está na hora está no mês
para cantarmos outra vez:
Um dois três
macaquinho do chinês!


autor: 
José Fanha


Gisis


3.10.10

Oiêêê...



Uma noite linda!

Gisis


O CARNEIRO REVOLTADO



Certo carneiro muito inteligente, mas indisciplinado, reparou os benefícios que a lã espalhava em toda parte, e, deste então, julgou-se melhor que os outros seres da Criação, passando a revoltar-se contra a tosquia.



Se era tão precioso, pensava, por que aceitar a humilhação daquela tesoura enorme? Experimentava intenso frio de tempos em tempos e, despreocupado das ricas rações que recebia, pensava apenas nos prejuízos que supunha sofrer.
 
Muito amargurado, dirigiu-se ao Criador : " Meu Pai, não estou satisfeito com a minha pelagem. A tosquia é um tormento...modifica-me, Senhor! "
 
O Todo-Poderoso indagou com toda bondade: " Que deseja que eu faça? "



 Vaidosamente, o carneiro repondeu: " Quero que a minha lã seja toda de ouro. "




Assim que o orgulhoso ovino se mostrou cheio de pelos preciosos, várias pessoas ambiciosas atacaram-no sem piedade.


" Meu Pai, muda-me novamente! quero que minha lã seja lavrada em porcelana primorosa. "




Assim foi feito. Entrteanto, logo que retornou ao vale, uma ventania lhe quebrou todos os fios, cortando-lhe a carne.



" Pai, renova-me ...estou exausto, a porcelana não resiste ao vento! "

" Que desejas que eu faça? "

" Para não provocar os ladrões e nem ferir-me com porcelana quebrada, quero que a minha lã seja feita de mel. "


Logo que o pobre retornou ao redil, bandos de moscas asquerosas cobriram-no em cheio e, por mais que corresse campo afora, não evitou que elas lhe sugassem os fios adocicados.




" Pai, modifica-me, as moscas deixaram-me em sangue ! "

O Senhor indagou com paciência: " Que queres que eu faça? "

" Suponho que seria mais feliz se tivesse a minha lã semelhante 'as folhas de alface. "



 

O carneiro voltou 'a planície na caprichosa alegria de parecer diferente, e quando alguns cavalos lhe puseram os olhos, não conseguiu melhor sorte. Os equinos prenderam-lhe com os dentes e, depois de comerem-lhe a lã, abocanharam-lhe o corpo.




" Meu Pai, não suporto mais! "
 
Como soluçasse compulsivamente, o Todo-Compassivo, vendo que ele se arrependera com sinceridade, observou:
 
" Reanima-te, meu filho! Que pedes agora? "
 
" Quero voltar a ser um carneiro comum, como sempre fui. Não pretendo a superioridade sobre meus irmãos. Hoje sei que meus tosquiadores não me deixaram feridas e sempre me deram de comer e beber carinhosamente. Quero ser simples e útil , qual me fizeste, senhor ! "
 
O Pai sorriu bondoso e falou:
 
" Cada criatura está colocada no lugar que lhe compete e, se pretendes receber, aprendas a dar. "
 
Então o carneiro, envergonhado mas satisfeito, misturou-se com os outro e daí por diante foi muito feliz.


 Do livro Alvorada Cristã, Neio lúcio e F.C. Xavier, cáp.21

Galeria de imagens:Soraia Mendes